Alagoinhas fatura 3º cinturão no MMA e quer nova chance em grande evento

Lutador derrotou conterrâneo Juliano Pitbull e conquistou título do Arena Fight na categoria até 66kg peso pena. Ele já tinha título do Gandu Fight e do Bokum

Conquistar um cinturão é o ápice na carreira de qualquer lutador de MMA. Que dirá três? Quem pode responder a essa pergunta é Fabrício Alagoinhas. O atleta baiano radicado em Sergipe venceu Juliano Pitbull, de Itabuna, na última edição do Arena Fight. O evento foi realizado em Alagoinhas, terra natal dele. A vitória foi confirmada com 43 segundos de luta, em uma finalização, e rendeu a ele o título da categoria até 66kg peso pena.

– Foi uma luta desafiadora para mim. Eu ia na verdade enfrentar um atleta chamado Odan Brito, também da Bahia, mas ele acabou tendo problemas de saúde em decorrência da perda de peso para a pesagem oficial e precisou ser trocado. Aí veio um adversário com características diferentes e eu tive que reprogramar a minha estratégia para a luta. O adversário anterior era especialista na trocação, lutava boxe chinês e kung fu, e este que eu enfrentei era especialista na luta de chão, atleta do judô. Sou especialista no jiu-jítsu e acabei conseguindo a vitória essa finalização – analisou Fabrício Alagoinhas.

O cinturão do Arena Fight foi o terceiro da carreira do lutador da equipe RC-MMA/ Titãs Muay Thai. Os outros dois são do Bokum e do Gandu Fight, quando derrotou Aliston “Ton” Cordeiro no último mês de maio.

– Esses cinturões me colocam entre os principais lutadores na categoria. Agora eu acho que essas conquistas podem me abrir novas portas em eventos nacionais. Já lutei algumas vezes como no Coliseu Fight, que é um dos principais eventos do Brasil.

Com a vitória no Arena Fight, Fabrício Alagoinhas reforça um cartel que já é bastante respeitável na categoria até 66kg, com cinco vitórias em seis lutas. Enquanto aguarda um novo desafio no MMA, ele se prepara para disputar uma competição de jiu-jítsu no dia 8 de outubro, em Aracaju.

G1 SE

Share This: